Autoconhecimento Emoções Reflexões Psicológicas

As 8 características das pessoas emocionalmente inteligentes

 

Embora tenhamos condicionamentos genéticos de base, em nossa realidade atual e suas mudanças ambientais, novos fatores entraram em cena. Hoje, além da sobrevivência física propriamente dita, o homem necessita desenvolver capacidades que caracterizam a chamada Inteligência Emocional. Saiba quais as 8 caracteristicas das pessoas emocionalmente inteligentes,observe as que você já possui e aquelas que precisa desenvolver:

As nossas emoções são multideterminadas e envolvem fatores filogenéticos, ontogenéticos e culturais. Deste modo, a herança genética está em parte diretamente relacionada com o nosso patrimonio comportamental, ou seja, como reagimos a determinados estímulos, desempenhando um papel primordial na história da sobrevivência de nossa espécie, tais como comportamentos específicos de agressividade, atenção, foco e estratégia.

Embora tenhamos condicionamentos genéticos de base, em nossa realidade atual e suas mudanças ambientais, novos fatores entraram em cena. Hoje, além da sobrevivência física propriamente dita, o homem necessita desenvolver capacidades que caracterizam a chamada Inteligencia Emocional.

Veja quais são as 8 características e observe as que você já possui e aquelas que precisa desenvolver:

1- Autocontrole:

A reação aos fatos está diretamente relacionada à nossa estória de vida e de como lidamos com as frustrações, situações desconfortáveis e até mesmo traumáticas. O mais importante não é a experiencia em si, que “provoca” e/ou promove a reação emotiva, mas o sentido e significado que atribuímos àquela experiencia, bem como nosso estado emocional naquele momento especifico e características de personalidade. A dica é avaliar os acontecimentos com cautela para que não ajamos de maneira precipitada.

2- Empatia:

A empatia é a capacidade de se colocar no lugar do outro. Tendo esta capacidade desenvolvida, indubitavelmente teremos qualidade em nossos relacionamentos interpessoais, o que interfere também na melhoria da nossa qualidade de vida.

3- Compaixão:

Está diretamente relacionada com a empatia, mas vai além desta. Na compaixão, não somente temos a capacidade de ver através da perspectiva do outro, mas de agir em favor deste, colocando em prática ações benéficas de modo a suprimir o sofrimento do outro.

4- Automotivação:

A automotivação é a capacidade de manter o otimismo mesmo diante de situações adversas. Sendo assim, pessoas que desenvolveram esta habilidade tem facilidade em alcançar seus objetivos.

5- Autoconhecimento:

Pessoas emocionalmente inteligentes possuem autoconhecimento e por este motivo são mais felizes, pois procuram detectar e aproveitar os aspectos positivos das circunstancias e o aprendizado dos acontecimentos menos agradáveis. Elas vivem o hoje, o agora, não se lamentando do passado, nem antecipando o futuro. Em outras palavras, estas pessoas trabalham suas dificuldades no momento em que estas aparecem, não guardando sentimentos mal resolvidos, sendo autoavaliativas, apresentando senso de critica e maturidade.

6- Resiliência Psicológica:

Esta é uma habilidade importantíssima no que concerne à Inteligencia Emocional. Pessoas resilientes são aquelas que tem consciência de que a vida humana apresenta revezes, mas que sabem transformar as adversidades em oportunidades e aprendizado, tendo portanto postura otimista e capacidade psicoadaptativa.

7- Habilidade nos relacionamentos interpessoais:

Pessoas que apresentam esta competência são úteis a si e aos outros. São diplomáticas e carismáticas, possuindo consequentemente melhor desempenho social e relacional.

8- Assertividade:

Caracterizam também as pessoas emocionalmente inteligentes a capacidade de ter atitudes assertivas, de ser autoconfiantes e de se responsabilizarem pelo que lhes acontece; elas sabem onde querem chegar utilizando para este fim estratégias definidas e coerentes com o fim a ser alcançado.

Espiritualidade 2

Reflexão transmutativa:

A maneira como administramos nossas emoções vai definir a nossa qualidade de vida, sendo esta, portanto, uma competência importantíssima a ser desenvolvida, não sendo aconselhável reprimi-las, mas clarificá-las de modo a trabalhá-las em suas significações profundas e conteúdos subjacentes.

Assim como a explosão emocional não é indicada, a implosão emocional muito menos. Não devemos acumular emoções mal trabalhadas, já que estas antes ou depois irão procurar meios de expressão principalmente através das doenças psicossomáticas e comportamentos disfuncionais.

Nota: Os Direitos Autorais no Brasil são regulamentados pela Lei Lei 9.610 . A violação desses direitos está prevista no artigo 184 do Código Penal. Este artigo pode ser publicado em outros sites, citando o autor, bem como a fonte.

Sobre a autora

Soraya Rodrigues de Aragão

Psicóloga, psicotraumatologista, Expert em Medicina Psicossomática e Psicologia da Saúde. Escritora e palestrante. Em processo de Formação em Terapia de casal e violência conjugal.

Equivalência do curso de Psicologia na Itália resultando em Mestrado. Especializou-se em Psicotraumatologia pela A.R.P. de Milão e em Medicina Psicossomática e Psicologia da Saúde - Universidad San Jorge (Madri) e Sociedad Española de Medicina Psicosomática y Psicoterapia.

Sócia da Sociedade Italiana de Neuropsicofarmacologia e membro da Sociedade Italiana de Neuropsicologia. Autora do livro Fechamento de Ciclo e Renascimento: este é o momento de renovar a sua vida. Edições Vieira da Silva, Lisboa, 2016; e do Livro Digital: "Transtorno do Pânico: Sintomatologia, Diagnóstico, Tratamento, Prevenção e Psicoeducação. É autora do projeto «Consultoria Estratégica em Avaliação Emocional».

Comentários

  • […] Texto escrito por Soraya Rodrigues de Aragão, psicóloga, escritora e palestrante. Realizou seus estudos acadêmicos na Unifor e Università di Roma. Equivalência do curso de Psicologia na Itália resultando em Mestrado. Especializou-se em Psicotraumatologia pela A.R.P. de Milão. É sócia da Sociedade Italiana de Neuropsicofarmacologia e membro da Sociedade Italiana de Neuropsicologia. Autora do livro digital: “Transtorno do Pânico: Sintomatologia, Diagnóstico, Tratamento, Prevenção e Psicoeducação. Conheça o seu trabalho aqui. […]

  • ola,
    desde ja agradeco-lhe parace que voce descreveu meu ser pois me encaixo em todas estas caracteristicas,sou assim e aasim serei …tenhos amigos que fazem de tudo para esta ao meu lado como sou muito timida gostao sempre de esta sozinha no meu proprio mundo singular. bjao contimue assim inteligente!

Deixe uma resposta