Autoconhecimento Autodesenvolvimento Psicologia

Livro Fechamento de ciclo e renascimento- do que se trata, qual seu objetivo?

Em nossas vidas existem momentos catalisadores que anunciam mudanças e que nos convidam ou nos intimam a uma (re)organização de toda a nossa existência ou partes dela. Experimentamos uma espécie de metamorfose, que inicialmente pode ser dolorida e sufocante, mas que anuncia grandes mudanças, fazendo-nos desenvolver a nossa resiliência, e portanto tornando-nos mais fortes, experientes, aprimorados e autoconfiantes. Precisamos aprender a  fechar ciclos para que nos seja oportunizada uma nova vida, nosso próprio renascimento, quantas vezes for necessário.

Fechamento de Ciclo e Renascimento- Este é o momento de renovar a sua vida, é um livro que trata de três temáticas: autoconhecimento, superação e renovação de vida. Estas temáticas estão intrinsecamente implicadas, pois a partir do processo de autoconhecimento, poderemos enfrentar nossas questões existenciais, de modo a trabalhar e superar traumas e lutos, bem como aprender a lidar com perdas, conflitos e sofrimento. A superação destes entraves nos levarão a uma vida renovada.

Ao final de cada texto deste livro, é feito um desfecho, apresentando reflexões, argumentos e “insights” dos pontos nodais do que foi abordado.

Registro: Bibliografia Nacional Portuguesa

Editor de publicações: Edições Vieira da Silva

ISBN: 978-989736671-0

Parte 1- Autoconhecimento

O fechamento de um ciclo é sempre uma oportunidade de renascimento interior” pag. 152

Sendo a vida um repertório contínuo de construções e desconstruções, onde a impermanência, a fluidez e a ilusão fazem parte das leis da vida, precisamos saber elaborar nossas questões existenciais de maneira resiliente. Somente poderemos adentrar o nosso ser mais íntimo através do processo do autoconhecimento, acendendo em nossa solitude a luz de “insights” que passavam despercebidos, exatamente por não termos desenvolvido esta capacidade de conexão intima conosco.

Em algumas fases da vida, precisamos acender o candeeiro do nosso ser, alternativa única para aclarar a estrada possível na busca do discernimento” pag. 114

Estamos constantemente focados no mundo externo, e de fato “conquistamos” coisas, adquirimos conhecimento, dentre outros. O Homem fez muitas descobertas, desde mundos ínfimos àqueles gigantescos. Empreendemos viagens em busca de vida fora da terra. No entanto, estamos dispostos a empreendermos a viagem do autoconhecimento para encontrarmos a vida que pulsa constantemente e esparrama o grito do clamor de tantas questões mal elaboradas?

Parte 2- Superação de vida

Nesta parte, o livro nos propõe perceber a crise como nossa aliada, a pedra de tropeço que o faz avançar, visto que as dificuldades nos impulsionam a sair da nossa posição de vítima e da zona de conforto, sendo geradora de expansão da consciência e do despertar crítico, propiciando-nos a oportunidade de aguçarmos a criatividade, a persuasão, a imaginação, a capacidade de elaboração, bem como estratégias de autoacolhimento e enfrentamento na superação e na resolução de conflitos e desafios.

Pensamos sempre que nossos problemas não terão fim, mas tudo na vida passa, nada é definitivo. Este pensamento pode parecer óbvio, mas geralmente é esquecido quando nos desesperamos diante de determinadas situações que nos tiram a paz e o sossego. Mas tudo se renova e se transforma, tudo tem início e término. Sendo assim, aproveite para se aprimorar com as dificuldades e retirar sempre uma lição de vida para si” pag. 79

A vida nos traz exatamente aqueles desafios que precisamos aprimorar, pois de outro modo, não geraria sofrimento e porventura, aprendizagem. São nestes momentos que, se bem elaborados, deixamos surgir o nosso “lótus interno”, sendo uma oportunidade de transmutação e de cura interior. O livro propõe também como ponto nodal a importância de nossas escolhas e suas conseqüências, argumentando sobre a construção do destino.

Destino nada mais é que as amarras que elegemos” pag. 85

Parte 3- Renovação de vida

Nesta parte, o livro propõe ao leitor indagações substanciais no que tange ao renovo de vida. Traz questionamentos do que preenche e dá sentido à existência, o que significa ser bem-sucedido na vida, bem como dos nossos desejos mais profundos. Aborda também a questão da felicidade e o porquê da nossa existência, dos constantes rituais de passagem e da elaboração do luto para se construir uma vida nova. Aborda a esperança de um novo amanhã, onde saímos fortificados ao final de cada etapa vivida.

Vida é movimento do encanto que pulsa nas fases incontidas de um caleidoscópio de nossos incessantes renascimentos” pag. 171.

A vida é criativa e a natureza nos ensina. O início e o fim dos ciclos são a grande Lei Natural, fazendo parte da condição intrínseca de tudo o que vive, do que existe. Na dança da vida, uma etapa termina para dar início a outra e assim, indefinidamente. O enfrentamento na mudança, a aprendizagem proposta por nossas vivências e a necessidade da aceitação do novo, são de fundamental importância para que possamos ultrapassar cada fase, deixá-la fluir e lograr o futuro, não permanecendo numa etapa que acabou, que finalizou ou que já não existe, seja no sentido material ou abstrato.

Qualquer movimento de autotransformação inicia-se com o amor-próprio, com o autorrespeito. Tantas vezes, encontramo-nos insatisfeitos com nossa condição atual e com a maneira como o mundo se manifesta através de circunstâncias e comportamentos, com os quais teremos que lidar de maneira inteligente, respeitando o nosso tempo de elaboração para as aprendizagens que precisamos realizar naquela situação específica”. Pag. 157.

Consideraçoes Finais

Até que ponto estamos nos esquecendo de perscrutar os nossos processos dinâmicos internos e nos distanciando da nossa autoescuta, primordial para nosso processo de autoconhecimento?

Estamos em busca de tantas respostas existenciais, mas insistimos em procurarmos no mundo externo as respostas que somente estão dentro de nós mesmos.

Um dos maiores desafios do ser humano é aquele de adentrar no âmago do seu ser e iniciar o valioso processo de autoconhecimento. Infelizmente estamos a sofrer uma constante alienação de nós mesmos e neste processo entra em cena a questão da Inteligência Emocional que também é abordada. Este livro revê e questiona os conceitos criados pela sociedade sobre a vida cotidiana, o estresse diário, a ansiedade, as frustrações do dia a dia, os traumas, conflitos e o sofrimento. Aborda o discernimento e a administração emocional como aprendizagens imprescindíveis para se viver uma vida salutar e coloca a angústia como inerente à condição humana a qual devemos aprender a gerenciar.

Podemos utilizar os nossos processos de angústia e crise existencial como luz interna na observação de conteúdos em que a serenidade e a paz de espírito não oferecem a capacidade de evidenciar” pag. 50.

Abaixo vídeo com alguns trechos do livro:

Gostou da proposta do livro Fechamento de ciclo e renascimento?  Compre seu livro parcelado ou no boleto aqui:

Abraços transmutadores

Soraya Rodrigues de Aragão

Sobre a autora

Soraya Rodrigues de Aragão

Soraya Rodrigues de Aragão é psicóloga, psicotraumatologista, escritora e palestrante. Realizou seus estudos acadêmicos na Unifor e Università di Roma. Equivalência do curso de Psicologia na Itália resultando em Mestrado. Especializou-se em Psicotraumatologia pela A.R.P. de Milão. Especializanda em Medicina Psicossomática e Psicologia da Saúde - Universidad San Jorge (Madri) e Sociedad Española de Medicina Psicosomática y Psicoterapia.

Sócia da Sociedade Italiana de Neuropsicofarmacologia e membro da Sociedade Italiana de Neuropsicologia. Autora do livro Fechamento de Ciclo e Renascimento: este é o momento de renovar a sua vida. Edições Vieira da Silva, Lisboa, 2016; e do Livro Digital: "Transtorno do Pânico: Sintomatologia, Diagnóstico, Tratamento, Prevenção e Psicoeducação. É autora do projeto «Consultoria Estratégica em Avaliação Emocional».

Comentários

  • Belissimo e profundo. Gostei muito mesmo. Gostaria de adquirir seu livro e conhece_,la mais.
    Foi um presente maravilhoso ter recebi e lido seu email hoje.
    Obrigada,
    Sandra Paes

    • Boa tarde Sandra Paes. Fico feliz que gostou da sintese do livro. Sim, quando o leitor é cadastrado no site, ele recebe o artigo diretamente no email quando é publicado. Para adquirir o livro, o site é http://www.sorayapsicologa.com. Abraços transmutadores. Com carinho, Soraya.

  • Simplesmente gostoso de ler, uma linguagem acessível e que toca o fundo da alma. Tenho olhado mais para dentro de mim, em busca de auto-conhecimento e de reformar-me. Fiz cinquenta anos e vi que ainda não me conhecia profundamente,pois é um olhar , uma percepção, um exercício diário. O passado serve como exemplos para melhores escolhas num futuro próximo e com sentido de bem-estar. Ainda não terminei de ler o livro, mas estou adorando.bjs

    • Bom dia Anamari. Fico muito feliz que esta leitura tenha contribuido de alguma forma em seu processo de renovo e de uma melhor perspectiva de vida, seja no ambito emocional que existencial. Abraços transmutadores. Soraya

  • O livro FECHAMENTO DE CICLO RENASCIMENTO e um grande companheiro para várias assuntos,que nós leva a vários pontos, podendo resgatas profundas decisões. MUITO BOM tive esse privilégio de poder conhecer essa grande Psicóloga..

    • Olà Taize, tudo bem? Que bom que voce interligou questionamentos do livro com sua vida pràtica. Esta é a proposta principal. Eu que tive o privilégio de conhecer uma pessoa magnifica como voce. Beijinhos, Soraya

  • O livro Fechamento de ciclo e renascimento- Este é o momento de renovar sua vida, contribuiu de forma singular para o despertar do amor próprio que estava obscuro em meu ser, e auxiliou a fechar um ciclo da vida com dignidade.

    Amei a leitura com “despertares’ através das parábolas!

    Hoje mais consciente que a dor emocional é falta de conhecimento de nós mesmo, me perdoei pelos erros que cometi e aprendi com eles, sendo tudo transitório estou confiante na generosidade da vida!!

    Gratidão!!!! Soraya

    Abraços Fraternos

    • Bom dia Gracimar. Sim, a vida é composta de fases e ciclos que se deterioram para que aconteça um novo florescer em nossas vidas. Para todo processo de renovaçao de vida, o amor proprio é a chave principal. Eu que sou grata e fico feliz por sua nova fase de vida. Abraços transmutadores, Soraya

Deixe uma resposta